sexta-feira, dezembro 21, 2007

FELIZ NATAL


A todos os que passam por aqui, quero desejar um FELIZ NATAL com muita saúde, paz e amor!
E como estamos numa época de solidariedade, passem por esta PÁGINA e ajudem. Por pouco que seja, será sempre muito para quem tem menos do que nós, ou não tem menos nada. Um livro, um caderno, uma caneta, um brinquedo...

quarta-feira, dezembro 19, 2007

CARBONARA DE SALSICHA



Cá em casa, à excepção da minha filha, não apreciamos muito salsichas frescas. Quando faço é a pensar nela e, normalmente, opto por as grelhar. Ontem, foi um dos dias em que ele me pediu... salsichas para o jantar. Reticente lá acedi em fazer-lhe a vontade. Isto quando me lembrei de uma receita que tinha visto numa revista "Blue Cooking". Tinha todos os ingredientes em casa, meti mãos à obra e resultou este prato muito agradável. Acho que pela primeira vez todos comeram salsichas frescas com satisfação. A receita vem publicada na edição de Novembro/Dezembro de 2006 da referida revista.

Ingredientes
- Esparguete
- 4 salsichas frescas (usei mais quantidade)
- 4 gemas de ovo
- raspa de limão
- 100 ml de natas frescas
- salsa picada
- 100 g de queijo parmesão ralado fresco
- sal, pimenta e azeite q.b.

Confecção
Coza a massa seguindo as Instruções da embalagem.
Com uma faca afiada corte a pele das salsichas na longitudinal e com mãos forme pequenas bolinhas do tamanho de berlindes. Numa frigideira frite os pedaços de salsicha em azeite e deixe dourar de ambos os lados, virando-os com cuidado. Retire do lume e coloque a carne sobre papel absovernte.
Entretanto, numa tigela grande bata com uma batedora de varas de arame as gemas, natas, raspa de limão, salsa, sal e pimenta preta e metade do queijo parmesão ralado.
Quando a massa estiver cozida, reserve um pouco da água e escorra. ADicione de imediato a massa à tigela com a mistura de ovo e mexa bem. Deite tudo na panela e leva de novo a lume muito brando uns dois minutos. Junte os bocados de salsicha e misture tudo. Se a massa ficar demasiado colada, junte umas colheres de sopa de água de cozer o esparguete.
Polvilhe com o restante queijo e sirva de imediato.
Bom apetite!

segunda-feira, dezembro 17, 2007

TORTA DE MAÇÃ



Bem sei que de aspecto não está perfeita, mas para mim ficou óptima. Esta foi a terceira vez que tentei fazer uma torta e seria a última se o resultado final não ficasse minimanente apresentável. Mas, não só ficou apresentável, como, a parte melhor, de sabor estava excelente. Fi-la no sábado e, devo dizer, que no domingo ainda estava melhor. O único erro foi o facto de ter fatiado a maçã em lâminas demasiado finas! A receita tirei-a do site da vaqueiro e, como o meu tabuleiro é um bocadinho grande, fiz uma receita e meia. No entanto,vou publicar aqui como está lá!

Ingredientes
- 180 g de açúcar
- 180 g de margarina
- 4 ovos
- raspa de l limão
- 150 g de farinha
- 30 g de Maizena
- 1 colher de chá de fermento
- 2 maçãs reinetas
- canela em pó

Confecção

Bata o açúcar com a margarina amolecida até obter um creme fofo e esbranquiçado. Junte as gemas, uma a uma batendo muito bem entre cada adição, e a raspa da casca do limão. Por fim adicione, com a ajuda de uma colher de pau, a farinha, peneirada com a Maizena e com o fermento, alternando com as claras batidas em castelo bem firme.
Deite metade da massa num tabuleiro, previamente untado e forrado com papel vegetal, igualmente untado. Por cima espalhe as maçãs, descascadas e cortadas em lâminas. Polvilhe com açúcar (esqueci-me, mas acho que não fez falta) e canela e cubra com a restante massa. Leve ao forno pré-aquecido durante cerca de 25 minutos (180 °C).
Desenforme sobre um pano polvilhado com açúcar. Retire o papel vegetal e enrole enquanto quente, com a ajuda do pano. Deixe ficar a torta embrulhada no pano até arrefecer completamente.

Bom apetite!

sexta-feira, dezembro 14, 2007

TAGLIATELLE COM MOLHO DE TOMATE E COGUMELOS


Depois da festa e antes de entrarmos no período de festas, segue uma receita bem simples, mas saborosa,que serviu para aproveitar uns tomates e um resto de cogumelos frescos que tinha no frigorífico.

Ingredientes
- Tagliatelle (ou outra massa a gosto)
- três tomates maduros
- cogumelos frecos
- 1 cebola pequena picada
- oregão e manjericão q.b.
- sal q,b.
- azeite q.b.

Confecção
Cozer a massa em água abundante, seguindo as instruções da embalagem.
Numa frigideira, aquecer o azeite e juntar a cebola. Quando estiver "murcha", adicionar o tomate sem pele e partido em bocados. Deixar apurar um pouco antes de juntar os cogumelos (inteiros ou partids aos bocadinhos, como fiz. Deixe apurar mais um pouco e poçvilhe com õregãos e manjericão. Rectifique os temperos e sirva o molho misturado com a massa.
Bom apetite!

quarta-feira, dezembro 12, 2007

PARABÉNS, TERESA!



Hoje a minha filhota completa 14 anos. Nem acredito como o tempo passou tão rápido e, em vez de uma criança, já tenho uma adolescente em casa! Por um lado, é muito bom vê-la crescer com saúde e alegria, mas por outro já tenho tantas saudades dos tempos em que esta foto foi tirada. Ah, tempo volta para trás...

Parabéns filhota e não fiques muito zangada com este post!

domingo, dezembro 09, 2007

BOLO DE MAÇÃ, NOZES E PASSAS


Hoje vou deixar aqui a receita de um bolo de maçã que fiz este este fim-de-semana e que é sempre muito apreciado. Aliás, pensava que já o tinha publicado no blog, pois faço-o bastantes vezes. Mas, parece que não! O importante é que vale a pena experimentar.
Não sei de onde saíu este bolo, lembro-me apenas que foi a minha irmã que me passou a receita.

Ingredientes
- 200 g de farinha
- 1 colher de chá de fermento em pó
- 100 gramas de manteiga à temperatura ambiente
- 200 gramas de açucar
- 50 gramas de nozes picadas grosseiramente
- 50 gramas de passas
- duas maças reineta grandes ou três médias
- 2 ovos batidos

Confecção
Juntar, num recipiente, a farinha peneirada com o fermento e a manteiga. Trabalhar com as mãos estes ingredientes até estarem bem incorporados e se obter uma massa granulada. A este preparado juntar o açucar, as passas, as nozes e as maçãs descascadas e partidas aos quadrados não muito pequenos. Misturar levemente, à mão. Abrir um buraco no centro e deitar lá os dois ovos já batidos. Misturar tudo com cuidado (sempre à mão).
Deitar a massa numa forma untada com manteiga e polvilhada com farinha e levar ao forno a 170 graus durante 90 minutos. Fazer o teste do palito.

Bom apetite!

quarta-feira, dezembro 05, 2007

BACALHAU COM BROA


Andava há muito, mas muito tempo, para testar esta receita publicada no blog da Cristina, o que acabou por acontecer no último domigo. Levei-o para a mesa um bocadinho a "medo" pois, cá em casa, têm uma certa aversão a tudo o que leva pimento! Mas, espanto dos espantos, gostaram muito, incluindo a miúda, e até disseram que teria de o fazer mais vezes! Fiz metade da receita publicada no referido blog e vou publicar como a Cristina o fez, para que nada falhe. Só espero que a Cristina não leve a mal o plágio!
Ah, a foto foi o que sobrou!!!!

Ingredientes
- Uma broa de 1 kg
- 2 lombos de bacalhau (para a próxima ponho mais um bocadinho)
- Menos de metade de um pimento vermelho cortado em tiras
- 100 gr. de bacon em tiras
- Azeite, alhos, pimenta
- Coentros
- 1 cebola grande
- Sumo de 1/2 limão
- 2,5 dl de leite

Confecção:
Aí vai a cópia do blog da Cristina: demolha-se préviamente os lombos de bacalhau, pelo menos com uma hora de antecedência, no leite temperado com o sumo do limão e com a pimenta. Desfaz-se o miolo da broa, temperando-o de seguida com os coentros picados, azeite e alho picado. A broa deve ficar ligeiramente humedecida com o azeite, mas não ensopada.
Desfaz-se o bacalhau em lascas, limpando-o das peles e das espinhas e reserva-se o leite em que demolhou. Junta-se o leite em que o bacalhau demolhou à brôa e mistura-se bem. Refoga-se a cebola e 2 ou 3 dentes de alho picados, e junta-se os pimentos, o bacon e o bacalhau. Deixa-se cozinhar, mexendo de vez em quando, cerca de 20 minutos.
Numa travessa untada com azeite deita-se metade da brôa, a mistura do bacalhau e coloca-se a restante brôa por cima deste. Salpica-se com mais um pouco de azeite e vai ao forno a alourar. Serve-se com salada.

domingo, dezembro 02, 2007

BOLO DE CARAMELO



Simples, mas bom. Esta é a melhor definição para este bolito que fiz hoje à tarde para o lanche. Vai muito bem com um chazinho!

Ingredientes
- 100 g de açúcar amarelo
- 2 colheres de sopa de água
- 2 dl de leite
- 120 gr de açúcar amarelo
- 50 g de manteiga
- 3 ovos
- 140 grs de farinha
- 1 colher de chá de fermento

Confecção
Para o caramelo, leve ao lume as 100 g de açúcar e a água, deixando ferver até caramelizar. Junte o leite e mexa sempre até ficar grosso. Reserve.

Bata a manteiga com as 120 g de açúcar, junte as gemas, o caramelo e a farinha e o fermento. Bata bem. No fim, junte as claras batidas em castelo e envolva com cuidado. Verta o preparado numa forma untada e enfarinhada e leve ao forno pré-aquecido (180º) 30 minutos. Fazer o teste do palito. Deixar arrefecer antes de desenformar.

Bom apetite!!!

sábado, dezembro 01, 2007

PERNAS DE FRANGO COM MOSTARDA



Depois das festas de fim-de-ano, ainda não entrei praticamente na cozinha. Aliás, a minha dispensa está uma verdadeira miséria, problema que conto resolver até amanhã, sexta-feira! Por isso, depois de agradecer a todos os que passaram por aqui a desejar Festas Felizes, viu colocar a receita deste franguito, muito saboroso, que fiz ainda em Dezembro.
A receita tirei-a há muito tempo da internet e já não me lembro de que "site".

Ingredientes
- Pernas de frango ou 1 frango partido aos bocados
- 1 ou 2 colher de sopa de mostarda (uso em grão, mas com Gigon também serve)
- 3 copos de vinho branco
- 1 cebola grande cortada em rodelas finas
- 4 dentes de alho ralados
- 2 cenouras cortadas em rodelas (facultativo)
- azeite q.b.
- sal q.b.
- 1 colher de sobremesa de farinha

Confecção
Misture a mostarda, a cebola, a cenoura, o sal, o alho, dois copos de vinho branco e um pouco de azeite. Envolva bem o frango nesta marinada e deixe de molho pelo menos umas quatro horas (se ficar mais tempo, ainda fica melhor), nuum recipiente tapado e tendo o cuidado de virar a carne de vez em quando. Na hora de cozinhar, leve ao lume uma panela com azeite e doure nela os pedaços de frango de ambos os lados. Junte um copo de vinho e deixe evaporar um pouco. Adicione a marinada e deixe cozinhar em lume brando até o frango estar macio. Se quiser um molho mais grosso, retire a carne da panela, tendo o cuidado de os manter quentes. Misture a farinha no molho e leve ao lume um pouco.

terça-feira, novembro 27, 2007

PASTA NO FORNO COM TOMATE E MOZARELLA



Adoro massas. De qualquer maneira!!! Por isso, aqui há uns tempos decidi comprar um livro do Jamie Olivier, cujos programas não aprecio muito, mas porque era sobre cozinha italiana! Desse livro ("Jamie Olivier - Cozinha na Itália", da editora Civilização) já fiz este prato, cujo resultado apreciei bastante. Vou colocar a receita com as quantidades que vêm referidas no livro, embora as tenha adaptado às necessidades cá de casa.

Ingredientes
- sal e pimenta preta q.b.
- azeite q.b.
- 1 cebola picada
- 2 dentes de alho laminados
- 1 ou 2 malaguetas secas picadas (não usei)
- 1,5 kg de tomates maduros ou três latas de 400 g cada de tomate em calda
- folhas de manjericão
- 400 g de orecchiette (usei penne)
- 4 mãos cheias de parmesão ralado na hora
- 3 bolas de mozzarela

Confecção
Cozer a massa, seguindo as instruções da embalagem. Enquanto isso, deite numa panela azeite, a cebola, o alho e a malagueta e refogue em lume brando até a cebola ficar transparente. Se usar tomates frescos, tire a pele e as sementes epique-os grosseiramente. Deite os tomates frescos ou de conserva (usei de conserva) ao refogado de cebola e junte um copo pequeno de água. Coza em lume brando cerca de 20 minutos, depois de levantar fervura. Passe-os por um liquidificador. Adicione, então, as folhas de manjericão, umas gotas de vinagre, pimenta e rectifique os temperos. Leve ao lume ate voltar a ferver.
Depois da massa cozida e escorrida, adicione um pouco de molho do tomate e uma mão cheia de parmesão e envolva bem. Unte um tabuleiro que possa ir ao forno com um pouco de azeite e, nele, ponha uma fina camada de massa. Cubra com molho de tomate, polvilhe bem com o parmesão ralado e uma camada de mozarella partido às fatias finas. Repita as camadas por esta ordem, acabando com uma boa camada de queijo parmesão. Leve ao forno pré-aquecido cerca de 15 a 20 minutos (200º).

Bom apetite!!!

sexta-feira, novembro 23, 2007

COMIDAS DA ELIANA

Esta foi uma semana muito corrida, com quase nenhum tempo para a cozinha. Mas, para não estar a repetir sempre as mesmas coisas, socorri-me do blog da querida Eliana e, de lá, tirei este puré de batata, que ficou muito bom, e um bolinho, que apesar de não me ter corrido na perfeição (decidi fazê-lo numa forma amovível e começou a verter o caramelo, assim como a massa), como podem ver pela foto, estava muito bom de sabor. Cá em casa foi tudo aprovado!!!!
Então aí vai

NHOQUE DE BATATA


Ingredientes
- Puré de batata (compro sempre do congelado)
- molho de tomate (tinha um resto congelado)
- 1 gema de ovo
- 1 pitada de noz-moscada
- 2 colheres de sopa de queijo parmesão
- manteiga q.b.
- sal
- queijo mozarela

Confecção
Fiz o puré conforme as instruções da embalagem, mas, no final adicionei a gema de ovo, um bocadinho (muito pouco) de manteiga e o queijo parmesão ralado. Mexi bem e temperei com um bocadinho de sal e uma pitada de noz-moscada. Coloquei o puré numa travessa de ir ao forno, cobri com o molho de tomate e polvilhei generosamente com queijo mozarela. Cobrir com uma folha de alumínio e levar ao forno pré-aquecido (180º) mais ou menos 20 minutos. Muito bom...

BOLO INVERTIDO DE MAÇÃ


Ingredientes
- 2dl de iogurte natural
- 4 ovos
- 2 chávenas (chá) de farinha
- 1 chávena (chá) de açúcar
- 1 dl de óleo
- 1 colher (sopa) de fermento em pó
- 3 maçãs cortadas de meia-lua finas (usei reineta)
- canela q.b.
Para a calda:

- 1 chávena (chá) de açúcar
- 2 dl de água quente

Confecção

Comece por fazer a calda, levando o açucar ao lume moderado até começar a ficar castanho. Junte a água quente e deixe ferver até dissolver todos os torrões de açúcar. Retire do forno e coloque por cima das maçãs dispostas na assadeira e polvilhadas com canela.
Entretanto, bata bem, em primeiro lugar, os ingredientes liquidos e em seguida os secos (reservando o fermento). Bata bem até a massa ficar bem lisinha. Junte o fermento e envolva suavemente. Coloque a massa com bastante cuidado sobre as maçãs e leve ao forno pré-aquecido (180º) cerca de 30 minutos(faça o teste do palito). Retire o bolo da assadeira ainda morno.

domingo, novembro 18, 2007

BOLINHOS DE MAIZENA


Domingo passado em casa a dar apoio à filhota que passou a tarde às voltas com a Matemática. Para a animar um bocadinho, decidi fazer estes bolinhos que antes eram muito frequentes aqui, mas que agora andavam esquecidos. Uma pena porque são realmente muito bons e muito fofinhos. Renderam 15 e não sobrou nenhum!!!

Ingredientes
- 2 ovos
- 140 g de farinha
- 5 colheres de sopa de farinha maizena
- 1 dl de óleo
- 5 colheres de sopa de natas frescas
- 6 colheres de sopa de leite
- 1 colher sobremesa de fermento
- 125 gramas de açucar
- 1 colher de sobremesa de extracto de baunilha (mas também pode ser raspa de limão ou de laranja)

Confecção
Separar as claras das gemas. Bater as claras em castelo e, quando estamos a meio deste processo, vamos adicionando o açucar aos poucos, sem parar de bater. Quando está bem incorporado, adicionamos as gemas (inteiras) e, sem parar de bater, o extracto de baunilha, o óleo, as natas e o leite. À parte, misturam-se bem as diferentes farinhas, que depois vamos adicionando aos poucos à massa sem parar de bater.
Deita-se o preparado em pequenas formas (não encher muito) e, se quiser, pode-se polvilhar com um bocadinho de açucar e leva-se ao forno, que deve estar bem quente, 15 a 20 minutos(180º).

Bom apetite...

segunda-feira, novembro 12, 2007

PEITO DE FRANGO COM NATAS E MOSTARDA


ESta é mais uma comida prática, por ser rápida, mas que não deixa de ser muito saborosa. Hoje foi com peitos de frango, que não fui eu que comprei, e aos quais era preciso destinar um fim. Apesar de achar o peito uma carne muito seca, tenho de admitir que ficou bastante bom. Mas, com pernas de frango ou mesmo bifes, fica bem melhor...

Ingredientes
- 4 peitos de frango
- sal e pimenta q.b.
- azeite ou manteiga
- 1 cebola pequena
- 1 colher de sopa de mostarda em grão ou de mostarda Dijon
- 1 copo de vinho branco
- 1 pacote de natas frescas (200ml)

Confecção
Levar uma panela ao lume com azeite ou manteiga e dourar bem os pedaços de frango de ambos os lados. Quando estiverem dourados, adicionar a cebola picadinha e deixar refogar a até a cebola começar a ganhar cor. Juntar então o vinho, tapar a panela e deixar cozinhar em lume brando uns 20 minutos ou até a carne estar macia.
Findo este passo, retirar a carne da panela. Juntar a mostarda, mexer bem durante uns dois minutos. Juntar as natas, rectificar o sal e voltar a introduzir o frango no tacho. Servir quente.
Bom apetite.

sábado, novembro 10, 2007

ENTRECOSTO NO FORNO


Muito simples, mas muito bom. Penso que esta é a melhor definição para o entrecosto feito desta forma. Aliás, de tão simples que é, considero que é mais uma dica do que propriamente uma receita.

Ingredientes
- 1 peça de entrecosto inteiro
- 4 a 5 dentes de alho
- 1 colher sobremesa de pimentão doce
- 1 ramo de salsa picada
- azeite q.b.
- umas nozes de manteiga
- 1 copo pequeno de vinho branco

- Misturar todos os ingredientes e temperar a carne. Se tiver tempo, deixe tomar gosto. Se não tiver tempo, leve logo ao forno e deixe assar (200º) durante cerca de 1 hora, regando com o próprio molho, e virando a carne de vez em quando. Se o molhor começar a faltar, borrifar com vinho branco.
Bom apetite!

quarta-feira, novembro 07, 2007

BOLO DE CENOURA, MAÇA E CANELA


Quando vi este bolo no neste blog, decidi que o havia de fazer. Este fim-de-semana, para aproveitar um resto de maçãs reineta que tinha na cozinha, meti mãos à obra e não me arrependi. É um bolo muito bom que foi aprovado cá em casa.

Ingredientes
- 4 maçãs reineta
- 2 chávenas de chá de açúcar mascavado
- 3 chávenas mal cheias de farinha
- 4 ovos
- 4 colheres sopa de óleo
- 1 colher chá fermento para bolos
- 1 cenoura pequena
- 1 colher chá essência de baunilha
- canela

confecção
Picar uma das maças descascada com a cenoura. As restantes maças (descascadas) partem-se em bocados, os meus não foram muito pequenos, e polvilham-se com canela. Separar as gemas das claras e bater estas últimas em castelo. Reservar. Bater bem as gemas com o açucar. Adicionar amistura de maçã com a cenoura, o óleo e a baunilha e bater mais um pouco. Juntar a farinha e o fermento e bater mais um pouco. De seguida, envolver suavemente as claras em castelo. Por fim, adicionar as maçãs com a canela e misturar com cuidado.
Verter o preparado numa forma untada com manteiga e polvilhada com farinha e levar ao forno pré-aquecido (180º) 30 minutos. Fazer o teste do palito.

Bom apetite...

quinta-feira, novembro 01, 2007

COELHO COM CERVEJA


Esta é uma sugestão simples, mas que resulta bastante bem, sobretudo para quem aprecia carne de coelho como eu. Fica bastante bom...


Ingredientes
- 1 coelho partido aos bocados
- 4 dentes de alho
- 1 cebola
- 1 ramo de salsa
- 1 colher sobremesa de pimentão doce
- 3 colheres de sopa de polpa de tomamte ou tomate frito
- 1 lata de cerveja branca
- sal e pimenta q.b.

Confecção
Fazer uma pasta com o alho, salsa picada e um fio de azeite. Temperar a carne com esta pasta e reservar no frigorífico pelo menos três horas (mais tempo, fica melhor).
Colocar azeite numa panela e dourar os pedaços de coelho de ambos os lados. Quando estiverem douradinhos, retirá-los e, na mesma gordura, refogar uma cebola picadinha, até começar a ganhar cor. Nesta altura, junta-se o pimentão doce (mexendo para que não se queime), assim como a polpa de tomate ou o tomate frito. Volta a adicionar-se o coelho e rega-se com a cerveja. Quando levantar fervura, reduz-se o lume para o mínimo, ficando a apurar 30 a 35 minutos.
Bom apetite!

terça-feira, outubro 30, 2007

PRIMEIRO ANIVERSÁRIO

Este blog completa, hoje, o seu primeiro aniversário. Foi um ano em que me diverti bastante e, sobretudo, aprendi muito. Aliás, foi sempre esse o meu objectivo. Para assinalar a data, decidi dar a conhecer um bocadinho mais de mim...

sábado, outubro 27, 2007

HAMBURGUERES (QUADRADOS) RECHEADOS


Não sei de onde tirei esta receita, se de alguma revista ou da internet. A verdade é que é um prato que, de vez em quando, aparece na nossa mesa e é uma forma bastante boa de se comer carne picada. Estas quantidades deram para cinco hamburgueres enormes.

Ingredientes

- 500 a 600 gramas de carne de vaca picada
- salsa picada
- 3 ovos
- sal e pimenta preta q.b.
- 5 fatias de fiambre
- 5 fatias de queijo flamengo ou mozarela
- pão ralado
- manteiga para fritar

Confecção:

Misturar a carne com a gema de um ovo, a salsa picadinha, sal e pimenta.
Para formar os hamburgueres, estender a carne numa superfície lisa (untar com um bocadinho de azeite, para não agarrar), de forma a que fique finininho. Colocar uma fatia de queijo e de fiambre sobre cada um e tapar com outra camada fininha de carne. Passar por ovo batido e pão ralado. Levar ao frigorífico cerca de meia-hora.
Fritar em manteiga.
Bom apetite!

quarta-feira, outubro 24, 2007

BOLO DE ANANÁS


Este é um bolo despretensioso, apesar de muito fofinho e saber bem ao lanche em dias chuvosos como o dos últimos dias. Espero que gostem.
P.S. A foto ficou um desastre!


Ingredientes
- 4 ovos
- 1 chávena chá de farinha
- 1 chávena de chá de açucar
- 1 lata de ananás em calda ou natural
- raspas de limão (facultativo)
- 1 colher chá de fermento em pó

Confecção:
Separar as gemas das claras e bater estas últimas em castelo. Reservar.
Juntar as gemas com o açucar e bater bem até dobrar o volume (mais ou menos dez minutos). Adicionar a raspa de um limão e bater mais um pouco. Juntar então a farinha misturada com o fermento e envolver bem na "gemada", sem bater. Finalmente envolver as claras em castelo.
Untar uma forma rectanuglar com manteiga, polvilhar com farinha e cobrir o fundo com açucar. Dispôr o anánas nesse tabuleiro. Verter o preparado na forma e levar ao forno pré-aquecido (180º) 30 a 35 minutos. Fazer o teste do palito.
Bom apetite!

quarta-feira, outubro 17, 2007

FRANGO ASSADO COM ERVAS AROMÁTICAS


Mais uma comidinha prática, para o dia-a-dia, mas bastante gostosa e rápida de se fazer. De facto, o uso de ervas aromáticas confere um gosto bem bom ao frango. Neste caso optei por pernas de frango, mas pode ser usado um frango inteiro.

Ingredientes
-pernas de frango
- 4 dentes de alho ralados
- 1 colher de chá de manjericão
- 1 colher de chá de alecrim
- 1 colher de chá de tomilho
- 1 colher de sobremesa de raspa de limão
- salsa picadinha
- 4 colheres de sopa de vinho branco
- 1 fio de azeite
- 1 bocaadinho de manteiga
- 1 colher de sopa de polpa de tomate
- sal e pimenta preta moída na altura q.b.

Confecção
Levantar a pele ao frango tendo cuidado para que não se rompa. Misture os alhos, o manjericão, alecrim, tomilho, raspa de limão, o fio de azeite, o vinho branco, sal e pimenta, até formar uma pasta. Coloque este tempero entre a carne do frango e a pele, fechando bem para que ao assar não saía. Se sobrar tempero, esfregue o frango por fora. Deixe tomar gosto por, pelo menos, uma hora.
Entretanto misture a manteiga, que pode estar levemente derretida, com a polpa de tomate e unte o frango. Leve ao forno pré-aquecido por cerca de 40 minutos (180 a 200º). SE estiver a ficar sem molho, junte mais manteiga ou azeite.
Bom apetite!

sexta-feira, outubro 12, 2007

ALMONDEGAS COM MOLHO DE TOMATE


Esta é mais uma comidinha do dia-a-dia, que faço especialmente para a minha filha. Ela, pura e simplesmente, adora almondegas!

Ingredientes
- carne picada (mistura de porco com vaca)
- 2 cebolas
- 2 dentes de alho
- 1 gema de ovo
- salsa picada
- sal
- pimenta
- farinha q.b.
- tomates bem maduros (pode substituir por uma lata de tomate pelado)
- água
- azeite q.b.
- 1 folha de louro

Confecção

Picar uma das cebolas e os dentes de alho o mais finamente possível e misturar à carne picada. A esta mistura adicione ainda a gema de ovo, salsa picada e tempere com sal e pimenta moída na altura. Misture tudo muito bem e molde em bolas do tamanho que gostar com a ajuda de um pouco de farinha.
Entretanto, saltei as bolas de carne em azeite, até estarem douradas. Junte a outra cebola picada e, quando estiver loura, adicione o tomate sem pele e partido aos bocadinhos. Junte ainda um pouco de salsa e uma folha de louro.
Tempere com sal e pimenta, tape e deixe suar sobre lume brando durante cerca de meia hora. Se for preciso adicione um pouco de água.

Bom apetite!

terça-feira, outubro 09, 2007

BOLO DE BANANA


Há já alguns anos, a minha irmã fez um bolo de banana que, ainda hoje, é recordado. Infelizmente, ela perdeu a receita e não se lembra como se faz. Ao longo deste tempo fui testando algumas receitas de bolo de banana e todas com o mesmo resultado: péssimo!
Até que um dia destes vi esta receita no delicioso blog da Agdá. Decidi que haveria de o fazer e foi para o forno este fim-de-semana. Só posso dizer que o resultado foi excelente, apesar de "ainda não ser o tal bolo". Mesmo a minha filha que ultimamente com a mania que não gosta de nada que leve banana, testou sem saber de que era feito, e só a ouvi exclamar: "Está óptimo"!
Fiz algumas pequenas alterações que estão a negro.

Ingredientes:
- 1 1/3 de uma chávena de (chá) de farinha de trigo
- 1 colher (chá) de fermento
- 1/4 colher (chá) de bicarbonato de sódio
- 1 chávena (chá) de banana amassada (usei uma banana grande partida aos bocadinhos)
- 3/4 de chávena de chá de açúcar (usei uma cheia)
- 1 colher (chá) de extracto de baunilha
- 2 colheres de azeite
- 1/4 colher (chá) de noz-moscada (não usei)
- 1/4 colher (chá) de canela em pó (1 colher de chá cheia)
- 1 ovo (usei 2)

Confecção:
Agora vou transcrever a receita tal e qual a Agdá escreveu no seu blog. Espero que não se importe!
Pré-aqueça o forno a 180 graus. Unte uma forma redonda rasa e forre o fundo com papel vegetal. Unte levemente o papel com manteiga. Com um batedor de arame, misture a farinha, o fermento e bicarbonato. Na batedeira eléctrica, forme um creme com a banana amassada, e os outros ingredientes. Misture bem. Junte a mistura de farinha reservada e coloque na forma já preparada. Asse por 30 min, ou até que o palito saia limpo. Desenforme 10 minutos, após sair do forno. Remova o papel manteiga cuidadosamente.
Bom apetite!

terça-feira, outubro 02, 2007

PESCADA COM MOLHO DE MOSTARDA


Já foi há algum tempo que fiz o meu último post. Infelizmente, depois disso, a minha máquina fotográfica decidiu que estava na altura de se reformar e, este, foi o tempo que levei até arranjar uma substituta! Pena é que a minha falta de jeito para a fotografia seja uma coisa irremediável, pois o novo "brinquedo" até nem é nada mau. Tem inclusivé um programa para se fotografar comida, mas que,panas minhas mãos, ainda não deu qualquer resultado.
Voltando à comida, aí vai uma sugestão gostosa para substituir a habitual pescada cozida. Espero que gostem

Ingredientes
- 3 postas de pescada
- 2 cebolas médias
- 4 dentes de alho picados
- 1 colher de sobremesa de mostarda em pasta (da "normal" também serve)
- umas gotas de sumo de limão
- 1 colher de sopa de vinagre
- farinha q.b.
- sal q.b.
- azeite q.b.

Confecção
Temperar o peixe com sal e passá-lo por farinha. Reserve num tabuleiro próprio de ir ao forno.
Num tacho à parte, refogue em azeite as cebolas partidas em meias luas fininhas até ficarem macias (uns 15 minutos). Coloque-a depois, juntamente com o azeite do refogado, sobre o peixe. Misture o vinagre com o alho, a mostarda e o sumo de limão. Verta este preparado sobre o peixe.
Leve ao forno pré-aquecido cerca de 35 minutos (180 a 200º. Se precisar acrescente mais um bocadinho de azeite.

Bom apetite!

terça-feira, setembro 18, 2007

ARROZ DE COGUMELOS


Tinha uns coumelos no frigorífico quase a passarem o prazo de validade, pelo que me lembrei de fazer este arroz, super simples, mas, em minha opinião, muito saboroso. Embora não tenha segredo para ninguém, é uma boa sugestão para aqueles dias em que nada nos vem à cabeça :)

Ingredientes:
- arroz q.b.
- cogumelos frescos q.b.
- 1 cebola pequena
- meio cubo de caldo de carne (facultativo)
- azeite q.b.
- sal q.b.

Confecção:
Lavar muito bem os cogumelos, cortando-os depois em lâminas. Colocar a quantidade de água suficiente ao lume (o dobro da medida do arroz), de modo a ferver, podendo, se o desejar, juntar o cubo de caldo de carne. Entretanto, levar a cebola a refogar em azeite e, quando começar a lourar, juntar os cogumelos bem espremidos. Mexer e deixar refogar uns minutos. Junte depois o arroz, mexa e deixe refogar mais um pouco. Adicionar a água a ferver, suficiente para que o arroz coza. Retificar os temperos, deixar cozer em lum brando até o arroz estar seco. Sirva de seguida.
Bom apetite!

sexta-feira, setembro 14, 2007

MASSA COM PESTO E CAMARÃO EM PAPELOTE


Esta é uma massa que gosto muito e faço algumas vezes, porque adoro molho pesto. Só não faço mais porque cá em casa não apreciam tanto o molho pesto como eu... A receita tirei-a há muito da internet, mas não faço a mínima ideia de onde :)
As quantidades devem ser adaptadas ao número de pessoas.

Ingredientes para 3 pessoas
- massa a gosto
- mais ou menos 0,5kg de camarão descascado (miolo de camarão daquele grande também dá)
- azeite q.b.
- vinho branco q.b.
- sal e pimenta preta moída na altura q.b.
- molho pesto (podem comprar já feito, mas prefiro o caseiro)
- folha de alumínio

Confecção:
Temperar o camarão crú e descascado com sal e pimenta e reservar. Cozer a massa em água abundante, temperada com sal, seguindo as instruções da embalagem. Retirar do fogo e escorrer bem. Depois, coloque um pouco de molho pesto na massa e envolva bem.
Cortar o papel de alúminio (se a massa for muita, convém fazer mais do que um papelote) e pincelar com um pouco de azeite. Distribua a massa sobre a folha de alumínio, espalhe por cima os camarões e coloque mais um pouco do molho pesto. Regue com uma colher de sopa de vinho branco. Feche bem a(s) folha(s) de alumínio e leve ao forno pré-aquecido, numa assadeira, mais ou menos 20 minutos (200 graus). Sirva em seguida e... bom apetite!

Molho Pesto: Torre num tacho anti-aderente 2 colheres de sopa de pinhões. Pique numa picadora os pinhões com um molhinho de manjericão, dois dentes de alho, sal e um bocadinho de queijo parmesão ralado na altura. Depois junte um fio de azeite, continuando com a máquina a trabalhar, até formar uma pasta.

quinta-feira, setembro 13, 2007

ATÉ UM DIA, ANA

Estou em estado de choque. Fui agora ao blog da Ana e não queria acreditar no que li. Ainda ontem a tinha desafiado a contar-nos os sete momentos mais marcantes da vida dela... Que ela descanse em paz!

quarta-feira, setembro 12, 2007

MOMENTOS DA MINHA VIDA

A querida Eliana lançou-me o desafio de escolher e dar a conhecer os sete momentos marcantes da minha vida. Entre bons e maus há muito mais do que isso. Decidi aceitar o repto e escolhi alguns, de forma um pouco aleatória. Mas só os bons, pondo de lado os maus, embora neste último ponto há um que é muito marcante: quando, aqui há uns anos, a minha casa, onde morava na altura, ardeu. É um trauma que, embora se vá atenuando com o passar do tempo, nunca se apaga de todo. Agora, deixemos isso de lado e vamos aos bons, ou pelo menos aqueles que ainda recordo com um sorriso ou saudade.

1- A primeira vez que vi televisão. Podem não acreditar, mas já tinha seis anos. A explicação é simples. Nasci em África e, na altura, não havia por lá esses aparelhos. Então, quando vim para Portugal, a grande excitação, minha e do meu irmão, era ver televisão. O problema é que chegamos de manhã bem cedo e, na época, as emissões televisivas só arrancavam às seis da tarde. Imagino que tenha sido um dia bem longo. À hora certa, ficamos maravilhados! Devo, no entanto, dizer que nem a caixinha mágica foi suficiente para que, passados uns dias, não estivessemos ansiosos por voltar à nossa terra e a toda a liberdade porque lá tinhamos. Infelizmente isso nunca aconteceu...

2- Quando fui pela primeira vez para a escola. Foi um dia memorável, que teve tanto de terrível como de bom. Na verdade, já tinha nove anos (os prmeiros anos de escola foram um bocadinho vida de saltimbanco) e ia para o quarto ano. Era uma miúda bastante tímida e não imaginam o quanto difícil foi entrar numa sala de aula onde não conhecia ninguém, nem imaginava como iria ser recebida. Quando entrei, os outros miúdos ao verem aquela estranha calaram-se, de surpreendidos, mas de imediato trataram de me dar as boas-vindas e de escolher uma cateira e companheira de lugar para mim. Passado meia-hora parecia que toda a vida tinha andado naquela escola.

3- O meu primeiro dia de trabalho. Era ainda muito novinha e nem sequer a faculdade tinha acabado. Mas foi a concretização de um sonho de infância e os primeiros tempos foram de um grande deslumbramento e alegria. Hoje em dia já não tenho a mesma paixão por essa profissão. Mas isso é a vida...

4- O nascimento da minha filha. Este é inevitável. E todas as mães sabem do que falo. Mas, devo dizer, que a primeira vez que vi a Teresa(já tinha nascido há umas cinco horas), o que senti foi uma enorme paz e tranquilidade!

5- Um anel de diamantes. Parece um coisa fútil e muito material, mas não é bem assim! Recebi esse anel passado pouco tempo da minha filha nascer e todo o significado simbólico que teve na altura para nós e que ainda hoje tem supera em muito o seu possível valor material.

6- Férias, viagens e simples passeios. Parece uma coisa banal mas não é. Em termos de tempo e de disponibilidade, a nossa vida aqui em casa nem sempre é fácil. Por isso, guardo na memória todos as viagens, passeios e férias que fizemos e onde, longe das rotinas, reuniões, compromissos e da ditadura do relógio e telemóvel, vivemos momentos maravilhosos e absolutamente inesquecíveis.

7- A compra da casa onde agora moro. Foi muito importante. Ainda não é a casa dos meus sonhos, mas não me posso queixar...


Agora que já sabem algus dos momentos marcantes da minha vida vou passar o desafio à Ana do blog Mijoninha, à Marizé, dos Tachos de Ensaio e à Bia, dona de este blog que muito aprecio.

Correção na receita do Bolo de Limão

A receita abaixo, do bolo de limão, tinha um pequeno erro. Mas já está emendado!

terça-feira, setembro 11, 2007

BOLO FOFO DE LIMÃO


Desde que vim de férias ainda não tinha feito um bolo, apesar dos pedidos insistentes da minha filha. Hoje lá decidi fazer-lhe a vontade. Escolhi este bolo que já faço há muito e que agrada bastante cá em casa, quando aparece na hora do lanche. E, garanto, que apesar de ter saído com um aspecto pouco apetecível (agarrou à forma),é bastante bom, não muito doce e super-fofinho.

Ingredientes
- 5 ovos
- 1 chávena de chá de açucar
- 1 e 1/2 chávena de chá de farinha maizena (amido de milho)
- 1 colher de chá de fermento em pó
- raspa de limão (a gosto)

Confecção
Separar as gemas das claras e bater estas últimas em castelo, reservando-as. Bater bem as gemas, com o açucar, até obter um creme. Juntar a farinha maizena, o fermento e as raspas de limão e bater mais um pouco.
Adicionar as claras em castelo, envolvendo bem sem bater. Colocar a massa numa forma untada com manteiga e polvilhada com farinha e levar ao forno pré-aquecino (180º) 30 a 35 minutos. Fazer o teste do palito.


quarta-feira, setembro 05, 2007

BIFES DE FRANGO NO FORNO


O regresso à rotina depois das férias nem sempre é fácil, mas não há nada a fazer. Para a semana, com o começo das aulas, vai ser bem pior. Por agora, o meu lema tem sido o mais prático e simples possível. Além disso, como ainda não tive tempo de ir às compras, a dispensa e frigorífico estão uma lástima.
E é neste conceito do mais simples (que, aliás, por aqui impera o ano todo), que se inserem estes bifinhos de frango, apesar de tudo bastante saborosos e óptimos para as refeições do dia-a-dia.

Ingredientes
- 4 bifes de frango não muito grossos
- 2 colheres de sopa de manteiga e mais um bocadinho para untar a assadeira
- 2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado na hora
- 2 colheres de sopa de sopa de cebola (aquela de pacote)

Confecção
Misture a manteiga em temperatura ambiente com o queijo e a sopa de cebola, fazendo uma espécie de papa. Unte o melhor possível a carne com este preparado. Unte uma assadeira com manteiga e leve ao forno pré-aquecido por cerca de 40 a 45 minutos (180º) ou até que estejam douradinhos. Não precisa de sal.

Bom apetite!

segunda-feira, setembro 03, 2007

REGRESSO




Agora, o difícil, é o regresso à rotina. Este são alguns, poucos, momentos das minhas férias. Se quiser ver melhor é só carregar nas fotos...

quinta-feira, agosto 16, 2007

FÉRIAS


Volto em Setembro!

segunda-feira, agosto 13, 2007

CHEESECAKE DE LIMÃO


Este blog tem estado um bocadinho abandonado, mas, na verdade, não tenho feito nada que mereça ser contado. Felizmente, estão quase a chegar as férias que, certamente, me darão outra energia!
A única coisa boa que fiz foi este fim-de-semana e foi este docinho tirado daqui, que foi bastante apreciado cá por casa. A única alteração em relação ao original, foi a de que coloquei uma maior quantidade de sumo de limão.

INGREDIENTES

- 1 1/2 pacote de bolacha Maria
- mais ou menos 100 g manteiga
- raspa de limão
- 1 lata leite condensado
- 200gr queijo creme
- 1 pacote natas
- 5 folhas gelatina incolor
- sumo de um limão grande

Confecção
Triturar muito bem a bolacha na picadora e misturar com a manteiga em temperatura ambiente e a raspa do limão. Colocar esta massa na tarteira e levar ao frigorífico enquanto se prepara o resto.
Numa taça misturar o leite condensado, o queijo creme, as natas e o sumo do limão. Demolhar as folhas de gelatina em água fria, escorrê-las e dissolvê-las num bocadinho de água quente. Adicionar a gelatina ao creme e envolver bem. Verter o preparado sobre a base de bolacha e levar ao frigorífico para solidificar.
Bom apetite!

terça-feira, agosto 07, 2007

ARROZ DE AMEIJOAS


Este é um arroz muito simples, mas muito saboroso.Óptimo servido como práto único, mas também bom como acompanhamento. Mais sequinho ou mais molhado, fica ao critério e ao gosto de cada um. Não vou colocar quantidades, porque faço sempre a olho.

Ingredientes
- ameijoas
- arroz
- 1 molho de coentros
- dentes de alho
- azeite q.b.
- sal q.b.

Confecção
Levar um tacho ao lume com azeite e alho picado (três cabeças). Quando quente adicionar as ameijoas e metade do molho de coentros picado. Tapar a panela e deixar ficar uns minutos em lume brando até as ameijoas abrirem. Retirar as ameijoas e coar o caldo. A este último deve adicionar a quantidade de água suficiente para cozer o arroz e levar ao lume para aquecer.
Enquanto isso, numa panela refogue uma cebola picada em azeite e deixe alourar um pouco. Junte o arroz e frite-o até ficar transparente. Nesta altura, adicione o caldo, que deve estar a ferver. Mexa e deixe cozinhar.
Quando faltarem uns cinco minutos para o arroz estar pronto, junte as ameijoas e polvilhe com os restantes coentros picados.

Bom apetite!

sexta-feira, agosto 03, 2007

PUDIM DO FORNO


Andava com saudades de fazer um pudim. Não tenho feito devido às quantidades brutais de açucar e de ovos que regra geral levam e também porque estou há algum tempo sem panela de pressão. A verdade é que ainda não percebi bem como é que se coze um pudim em banho-maria no forno...
Por isso, estava eu há uns dias no supermercado a folhear umas revistas de culinária, quando encontrei este pudim de ir ao forno. Não resisti e cá está ele. Na verdade é bastante bom, com um leve sabor a limão. Só não cresceu muito, porque usei uma forma demasiado grande! Tirei-o da revista "Nova Cozinha Tradicional".

Ingredientes
- 1 colher sopa manteiga
- 250 g de açucar
- raspa de um limão
- sumo de meio limão
- 6 ovos inteiros, mais três gemas (9)
-
Confecção
Derreter a manteiga e numa tigela juntá-la ao açucar, raspa e sumo de limão, os seis ovos inteiros e as três gemas. Bater muito bem durante cerca de 20 minutos.
Untar uma forma redonda com manteiga, polvilhar com farinha e verter para dentro o preparado. Levar ao forno pré-aquecido cerca de 35 minutos (190º).
Na revista sugeria que se polvilhasse o pudim com canela, coisa que fiz numa fatia, mas sem gostar muito.
Bom apetite!

segunda-feira, julho 30, 2007

MASSA COM SALADA FRESCA DE TOMATE


Com este calor apetece pouco comer e, ainda menos, cozinhar. Eu, então, fico num estado terrível, tensão baixa, sonolência, enfim... Sou daquelas a quem o excesso de calor derrota por completo!
Por isso, na cozinha, o que eu quero mesmo é ter pouco trabalho. E esta é uma receita óptima para dias como o de hoje: fresca, rápida e muito saborosa.
Não vou colocar as quantidades, pois faço a olho.

Ingredientes
- massa a gosto
- tomates bem maduros e, de preferência, sumarentos
- gotas de vinagre balsâmico
- azeite q.b.
- manjericão fresco q.b.
- queijo (usei feta, mas pode ser outro a gosto)
- sal e pimenta preta q.b.

Confecção
O ideal é preparar a salada de tomate com umas horas de antecedência para tomar gosto (ou pelo menos uma hora).
Misture, numa tigela, o tomate partido aos quadradinhos, o manjericão picado, as gotas de vinagre balsâmico e regue com um fio de azeite. Tempere com sal e pimenta e guarde no frigorífico.
Na hora de servir, coza a massa e escorra-a. Misture a massa com o queijo partido aos bocadinhos e com o molho de tomate. Envolva bem e sirva.
Bom apetite!

sexta-feira, julho 27, 2007

TARTE DE CEBOLA


Não é uma comida muito popular cá em casa. Para dizer a verdade, sou a única que gosta e bastante. Por esse motivo, raramente faço esta tarte. E quando a faço é com o objectivo de, no dia seguinte, levar grande parte para o meu trabalho onde umas colegas me ajudam, com prazer, a acabar com ela. Mas, para quem gosta bastante de cebola, recomendo.

Ingredientes
- 1 pacote de massa quebrada
- 3 cebolas grandinhas
- mais ou menos 50 g de bacon aos quadradinhos
- 1 pacote de natas (uso de soja)
- 3 ovos batidos
- azeite ou manteiga q.b.
- sal e pimenta q.b.

Confecção
Levar ao lume uma panela ou frigideira com um fio de azeite (pode ser manteiga). Colocar neste tacho a cebola partida em juliana, o mais fino possível. Deixar em lume brando, mexendo de vez em quando, até a cebola ficar "murcha" (contei mais ou menos 25 minutos). Retirar a cebola e reservar. Na mesma gordura, deitar o bacon até que fique estaladiço.
Juntar, então, a cebola ao bacon, as natas e os ovos batidos. Envolver bem, rectificar os temperos. Colocar na tarteira e levar ao forno pré-aquecido mais ou menos 25 minutos (200º).
Bom apetite!

segunda-feira, julho 23, 2007

DOCE DE REQUEIJÃO COM AMENDOA


Quando vi este doce no blog da Elvira decidi logo que o ia fazer cá em casa, mas não por mim que, para ser sincera, detesto requeijão. Fi-lo no fim-de-semana e, tal como esperava, agradou bastante. Até eu, depois do doce estar frio (morno não apreciei), achei bastante bom. Ficou rectangular, pois a massa não cabia na minha forma redonda :)
Vou publicar a receita tal como ela está no blog da Elvira.


Ingredientes

- 0,7 dl de água
- 250 g de açúcar
- 5 gemas + 3 claras
- 25 g de amêndoas moídas
- 200 g de requeijão
- 1 pitada de sal
- manteiga e açúcar para a forma

Confecção
Pré-aquecer o forno a 180ºC. Escorrer muito bem o requeijão num passador de rede fina, pressionando com a ponta dos dedos para eliminar o líquido. Reservar.
Levar a água a ferver juntamente com o açúcar. Cozinhar em lume médio sem parar de mexer até obter uma calda transparente não demasiadamente espessa (a minha deve ter ficado um bocadinho liquida de mais, mas no final não se notou).
Bater as gemas com o requeijão e as amêndoas moídas. Adicionar a calda em fio sem parar de mexer.
Bater as claras em castelo firme com o sal. Incorporar delicadamente as claras batidas ao preparado anterior.
Untar uma forma com manteiga e polvilhar com açúcar. Transferir o preparado de requeijão para a forma e levar ao forno por 45-50 minutos, a 180ºC.
Polvilhar o doce com um pouquinho de açúcar à saída do forno e deixar amornar.

Servir frio ou levemente morno.

Bom apetite!

sábado, julho 21, 2007

BIFE COM MOLHO DE CERVEJA


Esta é uma receita que uma vez vi numa revista dedicada a bifes com diferentes molhos, cuja autoria pertencia a Vítor Sobral. Infelizmente não tenho essa revista, que se deve ter "extraviado" quando mudei de casa. Assim, nem sei bem se me mantenho fiel ao original, mas, o que importa, é que este é um molho bem agradável para "regar" os bifes.
Quanto às quantidades, vou tentar ser o mais exacta possível.

Ingredientes:
- bifes
- tomate seco (usei uns 5 bocadinhos)
- 1 cebola pequena
- 3 dentes de alho
- 1 colher de chá de mostarda
- 1 1/2 copo e meio de cerveja
- 1 pacote de natas frescas
- 1/2 folha de louro
- 2 colheres de sopa de manteiga
- sal, pimenta e azeite q.b
- sumo de meio limão

Confecção
Temperar a carne com sal e pimenta e levar a cozinhar em manteiga ou azeite, conforme preferirem (frito os bifes quando o molho já está quase pronto).

Molho: Alourar numa frigideira com azeite a cebola bem picada, os dentes de alho laminados, o tomate seco também picado e o louro. Quando o tomate estiver macio, adicione a cerveja, as natas e a mostarda. Deixe reduzir um pouco e, qando começar a borbulhar, desligue. Retire a folha de louro e leve o preparado ao liquidificador ou picadora. Em seguida coe o molho. Leve novamente ao lume por pouco tempo, junte as duas colheres de sopa de manteiga, rectifique os temperos e regue com o sumo de limão (a gosto).
Disponha o molho sobre os bifes e sirva.
Bom apetite!

segunda-feira, julho 16, 2007

PIZZA DE PESTO E COGUMELOS


Pizza não é coisa que goste muito. Mas, esta, quando a vi, decidi logo que ia fazer porque leva uma coisa que adoro: molho pesto. E, de facto, não me soube nada mal! A receita tirei-a de um livrinho "Tudo sobre farinha", da Nacional. Vou colocar aqui a receita tal como está no referido livro, embora tenha feito a massa na minha máquina de pão. Tambem não segui à riscas as medidas do recheio.

Ingredientes
Massa:
- 300 g de farinha integral (usei da normal)
- 1 colher de chá de açucar
- 1 colher de sopa de azeite
- 2 dl de água morna
- 1 colher de chá de sal
- 1 colher de chá de fermento seco

Recheio
- 200 g de cogumelos frescos laminados (usei de lata)
- 1 colher de chá de tempero orégãos e cebola (usei só orégãos)
- 90 g de queijo mozarella ralado
- 90 g de queijo parmesão ralado
- 1 colher de chá de azeite
- molho pesto q.b. (feito por mim, pois é muito fácil)

Confecção
Massa
Colocar o sal e a farinha numa tigela grande. Num recipiente mais pequeno colocar o fermento com o açucar e um pouco da água morna. Mexa bem e reserve até ficar espumoso. Acrescente esta mistura à farinha, junte o azeite e a restante água. Misture bem até conseguir uma massa macia. Sove-a numa superfície enfarinhada durante cerca de 10 minutos. Coloque, então, a massa numa tigela untada, cubra e reserve num lugar ameno até dobrar o volume.

Montagem
Estenda a massa e coloque-a num tabuleiro de ir ao forno. Cubra a massa da pizza com o molho pesto. Distribua por cima os cogumelos laminados. Polvilhe com o queijo parmesão e, por cima, com o queijo mozarella. Polvilhe com os orégãos. Regue com o azeite. Leve ao forno pré-aquecido durante 15 a 20 minutos (180º).

Molho Pesto: Torre num tacho anti-aderente 2 colheres de sopa de pinhões. Pique numa picadora os pinhões com um molhinho de manjericão, dois dentes de alho, sal e um bocadinho de queijo parmesão ralado na altura. Depois junte um fio de azeite, continuando com a máquina a trabalhar, até formar uma pasta.

quinta-feira, julho 12, 2007

MASSA COM MOLHO DE ALCACHOFRAS


Pena que a foto tenha ficado tão má e a massa apresente um ar tão deslavado, porque esta massa é, em minha opinião, muito boa. Para piorar, um telefonema no momento em que cozinhava, fez com o queijo tivesse passado (e muito) o ponto em que devia ter ficado. Para quem gostar dos ingredientes, aconselho vivamente. A receita é do "Livro Essencial das Massas", editado pela Murdoch Books. Vou postar a receita tal como está no livro, embora eu tenha colocado os ingredientes a olho.

Ingredientes para 4 doses
- massa a gosto (no livro colocaram farfalle)
- 400 g de corações de alcahofras de conserva (com frescas fica ainda melhor)
- 3 colheres de sopa de azeite
- 3 dentes de alho esmagados
- 100 g de azeitonas pretas sem caroço, picadas
- 2 colheres de sopa de cebolinho fresco (não usei)
- 200 g de queijo ricotta fresco

Confecção
Cozer a massa, consoante as instruções da embalagem.
Enquanto a massa cozinha, escorra e corte os corações de alcachofra em fatias finas. Aqueça o azeite numa frigideira, junte o alho e cozinhe até que amoleça. Adicione os corações de alcachofra e as azeitonas e aqueça. Segue-se o cebolinho e o queijo ricotta partido com uma colher. Cozinhe até que o queijo fique totalmente aquecido.
Misture a massa com o molho, tempere com sal e pimenta e sirva.
Bom apetite!

segunda-feira, julho 09, 2007

PESCADA RÁPIDA





Esta é uma das minhas comidas do dia-a-dia por ser, imaginem, rápida de fazer. Raramente chego a casa antes das oito da noite pelo que o lema, sobretudo no tempo de aulas da minha filha, é despachar. Apesar disso, gosto bastante da pescada cozinhada desta forma.

Ingredientes
- 4 postas de pescada de boa qualidade
- 1 cebola bem picada
- 1 copo de tomate em lata triturado (ou então umas oito colheres de sopa de polpa de tomate)
- 1 copo de caldo de peixe
- sal e pimenta q.b.
- farinha q.b.

Confecção

Temperar o peixe com sal, passar por farinha e colocá-lo num recipiente que possa ir ao forno. Cobrir a pescada com a cebola picada e o tomate. Temperar com pimenta, regar com o caldo de peixe e um fio de azite. Levar ao forno, que já deve estar bem quente, cerca de 25 minutos a meia hora (220º).
Servir quente!
Bom apetite!