domingo, abril 29, 2007

Salmão no forno


Prato saudável, simples de fazer, que na foto não está com grande ar, mas que se revela bastante agradável até para quem, como eu, não tem no salmão um dos peixes favoritos.


Ingredientes

- fiz duas postas de salmão fresco

- sumo de meio limão

- 1 cebola pequena cortada em meias-luas finas

- mais ou menos duas colheres de sopa de azeite

- mais ou menos duas colheres de sopa de água

- 1 raminho de manjericão picado

- oregãos frescos picados q.b. (ponho menos que manjericão)

- sal q.b.

Confecção

Misturar o sumo do limão com o azeite, o manjericão, os oregãos, a água e sal. Mexa e barre com esta mistura as postas de peixe. Coloque-as numa assadeira e tape com papel de alumínio. Leve ao forno já aquecido cerca de 30 minutos (200º).
Acompanhe com legumes ou batata cozida.

Bom apetite!

terça-feira, abril 24, 2007

QUEQUES DE MAÇA


Ainda bem que amanhã é feriado. Aliás, acho que se devia criar um movimento para lutar por uma folga a meio da semana :)
Bem, quem ler isto deve pensar: "que grande preguiçosa!". Mas não é bem assim. Realmente, este feriado veio mesmo a calhar, pois, hoje, estou estoirada. Depois da insónia da noite passada, vai ser bom ir para a cama sabendo que, amanhã, não vai haver nenhum despertador com um som horrível a acordar-me...
Votando à culinária, seguem-se uns queques de maça, muito bons e, para variar, simples e rápidos de fazer. Em menos de uma hora ficam prontos.
Óptimos para um lanchinho ou para os miúdos levarem para a escola.

Ingredientes

- 150 g de farinha com fermento
- 1 ovo

- 1 colher de sobremesa de fermento em pó

- 1 colher de sobremesa de canela (os que estão na foto, devido a uma distracção minha levaram um pouco mais)

- 1 maça grande partida aos bocadinhos

- 60 g de açucar

- 1,2 dl de leite

- 2 colheres de sopa de manteiga

Confecção
Ligue o forno a 180º.
Misturar a farinha, o fermento e a canela numa taça, com a ajuda de uma colher. À parte bater o leite com o ovo inteiro, adicione à mistura anterior e envolva bem. Adicione de seguida a manteiga derretida (derreto no microondas). Bata tudo muito bem, com uma colher de pau (ou um bocadinho com a batedeira na velocidade mínima), até os ingredientes estarem bem ligados. Corte a maça descascada em bocadinhos e misture-a na massa.
Deite a massa nas forminhas de queque previamente untadas com manteiga (sem as encher) e leve ao forno (180º) mais ou menos 25 minutos.
Tive um rendimento de nove queques, o que parece muito, mas não é!!!!
Bom apetite!

domingo, abril 22, 2007

TARTE DE ATUM


Esta é uma sugestão muito simples para aqueles dias em que apetece uma refeição mais ligeira. Fácil e rápida de fazer, mas igualmente gostosa. A receita tireia-a do Sapo.


Ingredientes

- 1 embalagem de massa quebrada

- 1 cebola grande picada

- manteiga q.b.

- 2 cenouras mais para o grande raladas

- 2 pães (carcaças)

- 1 ovo

- 2,5 dl de leite

- 1 colher de sopa de maizena

- 3 latas de atum

- azeitonas pretas descaroçadas (fica melhor às rodelas, mas não tinha)

- sal e pimenta q.b.


Confecção
Numa frigideira aloura-se a cebola picada em manteiga. Quando estiver "murcha" junta-se a cenoura e envolve-se bem. Adiciona-se de seguida o pão previamente desfeito no leite, o ovo, a maizena, as azeitonas a gosto e o atum escorrido e desfeito com um garfo. Mexe-se e retira-se de imediato do lume. Tempera-se com sal e pimenta a gosto.
Deita-se sobre a massa na tarteira. Leva-se ao forno já aquecido por 30 a 40 minutos (200º).
Acompanha com uma boa salada

quinta-feira, abril 19, 2007

ALEGRIA...































Não resisto a colocar aqui as fotos que mostram, ainda que mal, a alegria da minha herdeira a ver, pela primeira vez na vida, o seu Belenenenses qualificar-se para a final de uma prova com alguma importância. Está eufórica, até porque na idade dela não é fácil ser-se adepta de um clube de pequena dimensão, que nunca ganha nada...
Bem, eu, uma sofredora benfiquista, também fiquei satisfeita por ela. Agora, terei de cumprir a minha promessa e levá-la ao Jamor para ver a final da Taça de Portugal, dia 27 de Maio!!!

terça-feira, abril 17, 2007

PUDIM FLAN


Estava tão satisfeita. Finalmente, tinha conseguido tirar umas fotografias minimamente decentes para colocar no blog. Mas... a minha filha decidiu dar-me uma aulinha prática sobre o funcionamento da máquina e não esteve com meias-medidas: apagou todas as fotos! Nem queria acreditar. Sobrou, para fotografar, este restinho de pudim que fiz no domingo, para comer no final do jantar de ontem. Pelo menos ficaram a perceber que cá em casa agradou bastante e que foi o responsável pela folga que dei à minha dieta:)
A receita tirei-a do blog www. lamourdanslassiette.com (aliás, o nome que lhe dei foi uma tradução muito livre do título original "Oeufs au lait").


Ingredientes

- Açucar em caramelo (uso do pronto)

- 1 litro de leite

- 1 vagem de baunilha

- 120 g de açucar

- 5 ovos


Confecção

Untar uma forma de pudim com o caramelo e reservar. A forma não deve ser daquelas fininhas de alumínio, mas própria de ir ao forno. Ferver um litro de leite com a vagem de baunilha (aberta ao meio) e com o açucar, mexendo de vez em quando. Bater com um garfo os cinco ovos inteiros. Juntar o leite quente em fio aos ovos, mexendo sempre (neste ponto, usei a batedeira em velocidade mínima).
Colocar na forma e levar ao forno por 40 minutos, a 150º graus. Deixar ficar mais 10 minutos, com o forno a 140º. Desenformar só quando estiver completamente frio.

Bom apetite.

domingo, abril 15, 2007

PÃO COM TOMATE E MANJERICÃO


Esta é uma receita que tem tanto de simples, como de saborosa. É excelente para colocar na mesa e ir-se petiscando... Pena que, para variar (!!!), as fotos não tenham ficado boas. Mas não liguem. Sabe muito, mas muito melhor, do que aqui aparenta. Não vou colocar quantidades, porque isso fica ao critério de cada um...


Ingredientes

- pão (uso baguete)

- um molho de manjericão (tinha pouco, por isso só vêem as manchas escuras em cima do pão)

- tomate bem madurinho

- sal q.b.

- azeite q.b.


Confecção

Prá-aquecer o forno a 180º.
Cortar o pão em fatias finas. Lavar o manjericão e picá-lo bem picadinho.
Lave o tomate, corte-o ao meio (ou em quartos) e esfregue-o no pão. Passe-o de forma a que a polpa e o sumo sejam bem absorvidos pelo pão.
Regue, depois, as fatias de pão com um fio de azeite e tempere com sal a gosto. Salpique, então, com as folhas de manjericão picado.
Leve ao forno mais ou menos 30 minutos (até que o pão toste levemente). Sirva de imediato.

Bom apetite!

quinta-feira, abril 12, 2007

MASSA COM MOLHO DE TOMATE SECO


Esta não é bem uma receita, mas uma dica de um molho que é bem saboroso para apreciadores de tomate, como eu. Infelizmente, cá em casa, não tenho quem me acompanhe neste tipo de refeições. Aproveito, quando estou sozinha, para preparar este tipo de pratos!!! Foi o que aconteceu no dia em que fiz esta massa, em que, além de não ter companhia para jantar, estava cansada, com pouca paciência para perder muito tempo na cozinha, mas (infelizmente) com vontade de comer....


Ingredientes

- massa a gosto

- azeite q.b.

- uma mãozinha de tomate seco

- três tomates bem maduros (pode substituir por tomate pelado)

- 1 cebola pequena

- 2 dentes de alho

- azeitonas pretas sem caroço (desta vez não coloquei porque não tinha)

- manjericão fresco bem picadinho

- sal e pimenta preta q.b.

- parmesão fresco ralado na altura


Confecção
Cozer a massa consoante as instruções da embalagem. Escorrer e reservar.
Aquecer o azeite numa frigideira e juntar a cebola e o alho bem picadinhos, deixando cozinhar até que fique transparente. Juntar os tomates secos, partidos em bocadinhos, e cozinhar por mais 2 a 3 minutos. De seguida, junte o tomate fresco picado, as azeitonas (que eu não tinha, mas que ficam muito bem) e o manjericão bem picadinho. Tempere com sal e pimenta. Cozinhe por uns dez minutos, mexendo de vez em quando.
Junte o molho à massa, envolvendo bem, e sirva coberto com um pouco de paremsão.

Bom apetite!

segunda-feira, abril 09, 2007

PEITO DE FRANGO GRELHADO


Depois dos excessos da Páscoa, é preciso alguma contenção:) É claro que falo por mim pois, embora não coma muitos doces, no resto... o melhor é nem contar!!! Por isso, agora, é obrigatório uma comidinha mais light, para reparar os estragos dos últimos dias. O que vou colocar aqui nem é bem uma receita, mas a forma que descobri de dar um bom sabor à carne de frango!!! No caso usei peitos de frango, mas com bifes do mesmo fica igualmente bom.

Ingredientes
- 2 peitos de frango
- 1 colher de sopa de azeite
- sumo de meio limão
- 1 colher de sopa de salsa bem picadinha
- 2 dentes de alho ralados
- sal e pimenta preta moída q.b.

Confecção
Abrir os peitos de frango ao meio, sem separar completamente a carne. Fazer uma pasta com os restantes ingredientes e temperar com ela o frango. Deixar ficar assim bastante tempo (uma hora é o ideal), no frigorífico. Levar a grelhar de ambos os lados. Acompanhar com uma boa salada.

Bom apetite!

sexta-feira, abril 06, 2007

quinta-feira, abril 05, 2007

SOUFLÉ DE BACALHAU




Não é dos meus pratos favoritos de bacalhau, mas cá em casa gostam bastante! É fácil, não dá muito trabalho e, para os apreciadores do género, acredito que possa ser uma boa sugestão. Também os mais miúdos comem sem refilar...

Ingredientes para 3 pessoas
- puré de batata q.b
- 3 postas de bacalhau
- 1 cebola grande
- 60 g de queijo emental ralado
- 3 ovos
- bastante azeite
- pão ralado q.b.


Confecção
Cozer o bacalhau e reservar a água da cozedura (pode adicionar à água umas cabecinhas de alho e um raminho de cheiros, para ficar mais apaladado). Separe as gemas das claras, batendo estas últimas em castelo. Preparar o puré da forma habitual, substituindo apenas, na sua feitura, parte da quantidade de leite que se usa pela água de cozer o bacalhau.
Tirar a pele e as espinhas ao bacalhau, colocando-o dentro de um pano bem limpo. Agarrar o pano e esfregar entre as mãos para o bacalhau ficar bem desfiadinho (como para pastéis de bacalhau).
Entretanto, levar ao lume uma panela com bastante azeite, deitar a cebola partida em meias luas fininhas. Deixar refogar até a cebola começar a murchar. Adicionar o bacalhau e envolver bem. Vai-se, então, juntando a água de o cozer, refogando um pouco, de modo que, no fim, fique bastante cremoso.
Junta-se ao puré as gemas, mexe-se. Faz-se o mesmo com o queijo. Segue-se o bacalhau. Envolve-se bem. Finalmente, adicionam-se as claras batidas em castelo, envolvendo.
Unta-se um tabuleiro de ir ao forno com um pouco de manteiga-se, onde se deita o preparado. Polvilha-se com pão ralado.
Levar ao forno a 180º mais ou menos 25 minutos ou até ficar tostadinho (na parte final pode aumentar um bocadinho a temperatura).

Bom apetite!










terça-feira, abril 03, 2007

BOLO DE CENOURA E LARANJA


Este bolo engana um bocadinho, pois, embora não seja apelativo à vista (culpa minha), é muito saboroso. Faltou-lhe a cobertura de chocolate, porque na minha despensa não havia o dito e, na altura, não me apeteceu ir, mais uma vez, ao supermercado!


Ingredientes
- 5 cenouras médias
- raspa de uma casca de laranja
- sumo de meia laranja
- 3 ovos
- 1 dl de azeite
- 1 colher de sobremesa de canela (facultativo)
- 250 g de açucar
- 200 g de farinha
- 1 colher de sobremesa de fermento em pó

Confecção
Se tiver tempo, coza a cenoura, escorra bem a água, triture e reserve. Se não tiver tempo (ou paciência), rale a cenoura em cru o mais fino possível e reserve.
Bater o azeite, o açucar e os ovos até obter uma mistura homogénea. Adicione de seguida a raspa de laranja, o sumo e a canela (se gostar) e bata mais um pouco. Em seguida misture a farinha e o fermento e bata mais um pouco. Finalmente adicione a cenoura e envolva muito bem no preparado anterior, sem bater.
Unte uma forma e polvilhe com farinha, deitando nela o preparado. Leve ao forno já aquecido (160º), mais ou menos 45 minutos (faça o teste do palito).


COBERTURA COM MOLHO DE CHOCOLATE (Não fiz, mas fica muito bem)
Derreter 70 a 80 g de chocolate preto em banho maria. Juntar natas (a gosto), mexendo até obter uma mistura homógena. Cobrir o bolo.

segunda-feira, abril 02, 2007

RISOTO DE TOMATE


Esta é uma variante ao arroz de tomate, que costumo fazer. Na verdade, não deixa de ser um arroz de tomate, embora de gosto um bocadinho diferente daquele que fazemos quando utilizamos arroz dito normal. É bom para variar, embora seja um bocadinho "chato" de fazer, pois o risoto exige uma dedicação exclusiva nos 20 a 25 minutos que leva a fazer! A parte boa é que é um excelente exercício para os braços :)


Ingredientes para 4 pessoas
- 2 chávenas de arroz arbóreo
- 3 colheres de sopa de azeite
- 1 cebola não muito grande, bem picadinha
- 4 a 5 tomates médios partidos aos bocadinhos e sem pele e sementes
- 1 colher de chá de açucar
- mais ou menos 1 litro de caldo de legumes
- metade de uma chávena de chá de vinho branco (pode ser um vinho normal, não precisa de ser seco)
- sal a gosto
- 2 colheres de sopa de manteiga (facultativo)
- 2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado na altura (facultativo)


Confecção
Começar por ter todos os ingredientes necessários já preparados.
Fazer o caldo de legumes, reservando, mas tendo o cuidado de o manter bem quente.
Levar ao lume uma panela com o azeite e a cebola picadinha, refogando até a cebola murchar. Acrescentar o tomate e refogue, mexendo de vez em quando, até o tomate se desfazer. Acrescente então o arroz, sem parar de mexer (a partir deste ponto, não convém ausentar-se do fogão, a menos que tenha alguém a substitui-lo :), aí uns 4 a 5 minutos. Junte, entáo, o vinho e cozinhe, sem parar de mexer, até que este evapore. Sem nunca parar de mexer, vá colocando aos poucos (1 concha de cada vez), o caldo de legumes bem quente (a ferver), repetindo esta operação até o arroz estar al dente (mais ou menos 18 a 20 minutos). Acrescente o sal. Se gostar (eu não ponho), acrecente a manteiga e misture. Outra opção é, em vez da manteiga, juntar o queijo parmesão ralado e misture (no caso do risoto de tomate também não ponho). Retire o arroz e deixe descansar, com o tacho tapado, dois a três minutos. Sirva!!!


OBS. Se quer um risoto com um sabor um bocadinho diferente, mas também muito bom, pode também juntar, na altura em que adiciona o tomate, dois raminhos de alecrim picados!